04 agosto 2011


sessão pipoca!! - Transformes - O lado oculto da lua

6

 De certa forma, Transformers - O Lado Oculto da Lua, acerta mais do que erra, mas quando tropeça, o tombo é proporcional ao tamanho de Optimus Prime.

O longa começa mostrando Cybertron, a terra natal dos robôs, nos momentos decisivos da guerra que causou sua destruição. Em forma de narração, Optimus explica que uma nave, contendo uma poderosa tecnologia que poderia mudar os rumos da batalha, escapa do planeta apenas para se acidentar no lado oculto da Lua, fato captado por pesquisadores na Terra, levando a uma sequência de eventos que culminam na chegada do Homem ao satélite natural do planeta. 

Outro exemplo desse problema é o personagem de John Malkovich, o patrão de Sam(Shia LaBeuf). Embora tenha lá sua graça, em grande parte por sua esquisitice, não desempenha função nenhuma ao roteiro. E some antes mesmo da segunda metade da produção, sem deixar vestígios. A foto do ator deveria estar estampando a definição de "Coadjuvante de Luxo" depois dessa participação. Falando em papéis secundários,Frances McDormand, por outro lado, é uma adição bem-vinda. Sua personagem, chefe dos serviços de inteligência norte-americanos, é divertida de uma forma que só a atriz consegue. John Turturro volta com seu Agente Simmons, também sem comprometer o resultado.

O roteiro de Ehren Kruger falha diversas vezes com os coadjuvantes, como é o caso deDylan (Patrick Dempsey), o rico patrão da namorada de Sam. Em momento algum a motivação para seus atos consegue convencer o espectador. Já com o novo par romântico do personagem principal, Kruger foi generoso. Deu à atriz novata Rosie Huntington-Whiteley muito mais carisma do que tinha a Mikaela que trouxe fama àMegan Fox nos longas anteriores. Ela é mais simpática e, principalmente, faz Sam evoluir como personagem, de uma forma que Fox não conseguia fazer. Mas, como Bay tem uma preferência patológica em transformar suas heroínas em objetos, o espectador é apresentado primeiro ao traseiro da garota e depois à sua personalidade. Pesa a favor também, o fato da personagem vir dos desenhos animados originais, onde desempenha papel fundamental. A volta de Sam, por outro lado, não é das mais inspiradas. Se no segundo filme ele apenas quer uma vida normal, aqui se torna até arrogante ao perceber que tudo que conseguiu, mesmo tendo salvado a Terra duas vezes, foi justamente ser "normal", além de uma medalha do Presidente.



Bom esse filme foi um dos melhores que assisti o ruim é que detestei a Atriz loira do filme, não fez um papel bom,preferia a morena éra muito melhor....Mas fazer o que né

PS: Assisti esse filme e Harry Potter no mesmo dia da estréia

6 comentários:

Julia G disse...

Eu assisti esse filme e gostei muito. No início também não me empolguei com a substituição da Megam Fox, mas depois que vi a Rosie Huntington-Whiteley atuando, adorei o trabalho dela no filme.

Beijos
Conjunto da Obra

Alinne Lopez disse...

Adoro Transformes. Estou louca para assistir este, parece ser ótimo. Também quero conferir a atuação dessa nova atriz que substituiu a Megan Fox.
Beijos.


Books E Desenhos

Aione Simões disse...

Não assisti ao filme e, apesar de sua crítica super positiva, eu não fico com muita vontade de assistir, não é muito meu estilo de filme!
Beijos!

Gláu disse...

olá

quero muito assistir este filme, parece ser muito bom...
nossa assistir esse e hp no msm dia nao cansou nao?rs

bjs
www.startread.com.br

Andressa Tomaz disse...

Gostei bastante do filme anterior de Tranformers e quero muito ver esse :)

http://abrigoliterario.blogspot.com/
Beijos

Mah disse...

Eu ainda não assisti nenhum filme de Transformers. Muita gente me diz que é bom, mas sei lá, o enredo não me atraiu.

Beijos,
Mah | Livro e Coração

Postar um comentário